Alycia Debnam-Carey já fez isso antes. Em seu ensaio para Maria Claire, na costa norte de Sydney, ela se move com tanta facilidade na frente da câmera que quando ela se abaixa para checar o batom no espelho retrovisor da motocicleta Ducati, é impossível saber se ela está posando ou se a câmera acaba de capturar um momento genuíno da atriz australiana fora do trabalho.

“É um clichê, mas crescendo como uma atriz infantil você desenvolve algum tipo de qualidade performática” explica a viciada em trabalho. Debnam-Carey começou a atuar quando tinha oito anos, no curta-metragem de Rachel Ward, Martha’s New Coat.

Atualmente, a jovem de 28 anos divide seu tempo entre Los Angeles, onde mora agora, e Austin, Texas, onde é filmado Fear The Walking Dead, a série em que ela trabalha desde 2015. “A serie tem sido a maior parte dos meus 20 anos, o que é um pensamento intenso, mas ao mesmo tempo tem sido um campo de treinamento extraordinário. Eu fui capaz de ganhar muito conhecimento e confiança”

Depois de ficar atrás das câmeras para dirigir um episódio da sétima temporada da série ano passado, Debnam-Carey está preparada para capitalizar sua estreia na direção. “É muito especial – especialmente para uma jovem mulher – ter essa oportunidade”, explica ela. Mas primeiro ela planeja passar mais algum tempo em casa. “O COVID amplificou para mim o quanto sinto falta da Austrália”, diz ela.

É uma percepção que não poderia ter vindo em melhor hora, já que ela começa a filmar a nova série da Amazon Prime, The Lost Flowers of Alice Hart, ao lado de Sigourney Weaver e Asher Keddie na zona rural de New South Wales. A Atriz descreve a experiência como “uma espécie de objetivo do sonho profundamente manifestada”.

Enquanto Debnam-Carey desliza de volta ao set e retoma seu lugar na frente da câmera ostentando um impressionante conjunto de três peças Chanel vermelho cereja, ela parece genuinamente eufórica. Não há dúvida de que ela está exatamente onde deveria estar: na frente da câmera e, talvez acima de tudo, em casa.

Fonte

Tradução e Adaptação, Cláudia – ADCBR

O novo photoshoot de Alycia Debnam-Carey veio para deixar todos os fãs babando! Confira todas as imagens da atriz para a última edição da revista Marie Claire Australia:

A estrela de Fear the Walking Dead, Alycia Debnam-Carey, posa para a história Camera Ready capturada para a edição de março de 2022 da Marie Claire Australia pelo fotógrafo de moda Robbie Fimmano.

Fonte

“Desde que o esporte do tênis se popularizou, a quadra foi palco de inúmeras declarações de estilo. Não só a liberdade de alfaiataria concedida aos jogadores abriu o caminho para looks de jogo ultra-expressivos, a sinonimidade do esporte com a moda também viu os espectadores intensificarem seus próprios produtos de tênis.

Marcando seu segundo ano como fornecedor oficial do Australian Open e sua quarta parceria com um torneio de Grand Slam, Ralph Lauren certamente desempenhou um papel fundamental em trazer a moda para a quadra. Em 2022, a marca de patrimônio foi mais uma vez encarregada de vestir todos os oficiais da quadra do Australian Open com roupas e acessórios especialmente projetados em seu papel de roupa em andamento e, pela primeira vez, tornou-se o patrocinador oficial de toalhas do evento. Em outra novidade, Ralph Lauren também revelou sua primeira coleção cápsula comemorativa do Australian Open este ano, trazendo roupas de tênis para as massas amantes de jogos.

No fim de semana das finais do Australian Open feminino e masculino, Ralph Lauren e Vogue se reuniram para celebrar não apenas o jogo em si e o vínculo inextricável da marca com o esporte, mas também a moda pronta para as quadras. Recebendo os convidados na suíte de hospitalidade Ralph Lauren no Melbourne Park nos dias 29 e 30 de janeiro, todos os presentes foram brindados com uma experiência gastronômica personalizada com o chef Scott Pickett, champanhe e, claro, tênis de classe mundial.

Naturalmente, o evento estava muito na moda. Os participantes, incluindo Teresa Palmer, Russell Crowe, Alycia Debnam-Carey e Sam Corlett, bem como Katherine Langford, Victoria Lee, Mia Wasikowska, Bella Heathcoate e Thomas Cocquerel, prestaram homenagem a Ralph Lauren e seus laços com o torneio vestindo peças de coleção.”

Tradução e Adaptação, Marina Brancher – ADCBR

Fonte

A atriz compartilha seu diário de fotos se preparando para uma celebração do feriado da Cartier em Sydney.

Créditos da imagem: Holly Gibson / Cartier

Para a atriz Alycia Debnam-Carey, voltar para casa na Austrália traz uma sensação de paz familiar, especialmente no final do ano.

“Cada vez que volto, sinto que estou vibrando no verão e fico animada para jantares agradáveis, nadar no mar e comida fresca”, disse a atriz de Fear the Walking Dead à Vogue.

Em contraste com o clima mais frio do hemisfério norte, o clima quente da Austrália no final do ano o torna um momento perfeito para comemorar. Assim, quando a famosa joalheria Cartier convidou Debnam-Carey para um jantar íntimo no restaurante Hubert, em Sydney, para celebrar a época festiva, ela aproveitou a oportunidade para se vestir bem e se misturar com velhos e novos amigos.

Em um evento formal, o jantar da Cartier foi oferecido em celebração ao seu novo curta-metragem ‘Love Is All’, estrelado por celebridades como Troye Sivan, Lily Collins e Monica Bellucci. O jantar recebeu convidados como Sean Keenan, Tilda Cobham-Hervey e Sam Neill. Sempre voltada para o estilo clássico com um toque bem-vindo de glamour retrô, Debnam-Carey aproveitou a oportunidade para canalizar Audrey Hepburn para uma noite na cidade enquanto Sydney abre suas portas mais uma vez.

Continue rolando para ver o processo de preparação íntima de Debnam-Carey, conforme fotografado por Holly Gibson.

“[Na hora de me arrumar] Sempre preciso de uma boa playlist, quero uma taça de champanhe e quero tirar fotos fofas no final. É tudo uma questão de se ser divertido e se sentir animado.”

“Cada vez que volto para casa na Austrália, parece um reset, um momento de nutrição e rejuvenescimento.”

“Se preparar para sair é uma das melhores partes da noite, deveria ser como sair com os seus melhores amigos.”

“Assim que tivermos uma roupa, minha adorável equipe de cabelo e maquiagem e eu discutimos o que uniria todos esses elementos.”

“Simplicidade e silhuetas geralmente direcionam minhas escolhas de roupas, então me concentrei em encontrar um vestido que falasse isso, mas que também complementasse e realçasse as lindas peças da Cartier que eu usaria naquela noite.”

“Minha equipe de cabelo e maquiagem e eu continuamos o look com um tema de beleza bem clean, simples, minimalista e sem esforço.”

“Eu gosto muito de um laço ou uma fita no meu cabelo. Adicionou um leve toque de glamour ao look, o que eu adorei.”

“Decidi em um vestido que tivesse uma elegância muito clássica e discreta, à la Audrey Hepburn.”

Por Jonah Waterhouse

Fonte

Todas as fotos serão adicionadas em HD na nossa galeria!

Tradução e Adaptação, Marina Brancher – ADCBR

A série estrelada por Sigourney Weaver “The Lost Flowers of Alice Hart” começou a ser filmada na Austrália. Produzida pela Amazon Prime Video, Made Up Stories e Endeavor Content, será apresentado como um original da Amazon em 2022.

A série é baseada no romance best-seller homônimo da autora australiana Holly Ringland e foi adaptada para as telas por Sarah Lambert, que também é a showrunner da série. Todos os sete episódios serão dirigidos por Glendyn Ivin (“Penguin Bloom”).

A história envolve uma menina de nove anos que perde os pais em um incêndio misterioso e é enviada para morar com a avó, interpretada por Weaver, em uma fazenda de flores. Lá ela aprende segredos obscuros sobre ela e sua família. A narrativa usa flores silvestres e plantas nativas para representar o inexprimível. Isso se estende por décadas enquanto Alice cresce de uma criança para uma mulher.

As filmagens acontecerão em Sydney, na região de New South Wales e no Território do Norte. A Screen NSW disse que a produção criou 277 empregos para elenco e equipe e injetará cerca de A$ 27,3 milhões (U$ 20,5 milhões) na economia local.

A produção envolverá um extenso elenco australiano, incluindo Asher Keddie (“Offspring”), Leah Purcell (“The Drover’s Wife the Legend of Molly Johnson”) Alycia Debnam-Carey (“Fear the Walking Dead”), Frankie Adams, Alexander England, Charlie Vickers e Tilda Cobham-Hervey. Alyla Browne interpreta a versão jovem da protagonista Alice Hart.

Os produtores executivos Jodi Matterson, Bruna Papandrea e Steve Hutensky chamaram o projeto de “uma história corajosa de resiliência feminina, perfeitamente personificada pela lendária Sigourney Weaver”. Weaver também recebe crédito de produção executiva.

A Amazon encomendou 14 séries originais na Austrália desde 2019, investindo A$ 150 milhões (U$ 113 milhões) até o momento. Eles incluem os próximos lançamentos “Kick Like Tayla”, “Warriors On The Field”, “Class of ’07”, “Deadloch” e o documentário “Burning”.

Tradução e Adaptação – Cássia Matteini, ADCBR.

Fonte.

ATENÇÃO: Este artigo contem spoilers do inicio da 7ª temporada da série.

Várias dicas na estréia da 7ª temporada de Fear the Walking Dead fornecem uma linha do tempo para o que Alicia têm feito desde que Teddy a trancou.

Vários comentários feitos na estreia da 7ª temporada de Fear the Walking Dead ajudaram a traçar uma linha do tempo para o que Alicia (Alycia Debnam-Carey) têm vivido desde a 6ª temporada. A última vez que Alicia fez uma aparição na série foi quando Teddy (John Glover) a trancou em seu bunker secreto com a intenção de ter certeza que ela sobreviveria ao apocalipse nuclear.

A decisão de Teddy tirou, essencialmente, Alicia da equação para os seguintes episódios da 6ª temporada, forçando o grupo de Morgan a se opor ao culto sem a ajuda dela. Embora tenham sido feitos esforços para encontrá-la, a localização de Alicia nunca foi descoberta. Muitos assumiram que, em algum momento da primeira metade da 7ª temporada de Fear the Walking Dead, a série revisitaria sua personagem e mostraria sua fuga do bunker, apenas para encontrar o mundo ao seu redor mudado para sempre pelas armas nucleares. Ao invés disso, parece que a história dela está tendo progresso fora de tela. Interações entre Victor Strand (Colman Domingo) e Will (Gus Halper) no primeiro episódio da sétima temporada “The Beacon” (O farol), percorreram um longo caminho para dar uma luz sobre as atividades de Alicia.

De acordo com Will, Alicia emergiu rapidamente como a líder das pessoas que Teddy escondeu no bunker. Todos eles olharam para ela em busca de orientação enquanto navegavam por suas novas vidas no subsolo. Foi durante esse tempo que ela conheceu Will, que se apaixonou por ela. Quanto a se eles tiveram ou não um romance, isso ainda não está claro. De qualquer forma, qualquer relacionamento que eles possam ter compartilhado aparentemente terminou quando ela encarregou Will de uma missão não especificada. Sentindo que seu objetivo colocaria em perigo Alicia, ele se recusou a fazer o que ela disse, e foi posteriormente exilado do bunker.

A partida de Will ocorreu mais de 50 dias antes dos eventos da estréia da 7ª temporada de Fear the Walking Dead, o que significa que ninguém sabe exatamente o que Alicia tem feito nos últimos dois meses. Mas, o final do episódio confirmou outra grande mudança em sua situação. Sabe-se agora que Alicia e seu povo deixaram o bunker para encontrar o misterioso “Padre”, que pode ser uma pessoa ou um local. A descoberta de membros zumbificados de seu grupo no farol indica que eles sofreram baixas depois de sair, o que significa que Alicia poderia estar lá fora em algum lugar, sozinha ou com apenas alguns dos aliados restantes.

Como Alicia experimentou tanto durante o salto no tempo, faz sentido que Fear the Walking Dead eventualmente dedique um episódio a essa história. Se e quando isso acontecer, a série pode explicar com mais detalhes como ela assumiu um papel de liderança, o que aconteceu entre ela e Will, o que é “Padre” e muito mais. Claramente, Alicia terá muito o que contar para os seus amigos quando finalmente se reunir com o grupo de Morgan e se envolver em seu inevitável conflito com Strand.

Tradução e Adaptação – Jhuliana, ADCBR.

Fonte.