[ENTREVISTA] O perfil de Alycia Debnam-Carey
Postagem por: Nali Moura

A atriz concedeu recentemente uma entrevista para o site Rose Inc, nos contando um pouco sobre sua rotina. O site publicou a entrevista com a atriz australiana neste ultimo Domingo (31/01), junto com um lindo photoshoot. Confira toda a entrevista traduzida abaixo:

Todo mundo tem uma história sobre beleza. No The Profile da Rose Inc., algumas das pessoas mais intrigantes do mundo compartilham as suas. Nesta série de entrevistas íntimas, ficamos (virtualmente) próximos e pessoais para explorar suas definições de beleza, o caminho para a autoconfiança e o poder da feminilidade. Apresentando imagens capturadas por suas próprias lentes, o perfil apresenta essas personalidades atraentes sob uma nova luz – que ilumina suas próprias jornadas, sonhos e desejos, enquanto destaca sua relação única com a beleza.

Ninguém sabia exatamente como processar o caos sentido globalmente em 2020, mas para a atriz Alycia Debnam-Carey (que você deve conhecer por Fear the Walking Dead ou The 100), voltar para sua terra natal, a Austrália, finalmente ofereceu um alívio da incerteza duradoura. “Por estar um pouco distante de Los Angeles, pude ver o quão difundido e subjacente é o estresse e a ansiedade diários”, diz ela. “Há tanta coisa que passamos e aceitamos como normal… isso me mostrou que eu quero me concentrar no que o autocuidado realmente significa para mim.”

Seu caminho particular para a paz inclui uma abordagem holística de beleza do corpo-mente, que inclui natação no oceano e registro no diário – e tempo dedicado para trazer a diversão de volta aos produtos de beleza. “Eu adoro falar sobre produtos de beleza com as pessoas e folhear as bolsas de beleza de outras pessoas”, diz ela. “É tão divertido ver o que outras pessoas têm.” Adiante, Debnam-Carey nos permite minerar sua própria bolsa de beleza e cérebro criativo para seu caminho para um 2021 mais consciente.

RI: O que autocuidado significa para você agora?
ADC: O autocuidado é realmente interessante porque você pensa: ‘Vou tomar um banho de espuma. Vou colocar uma máscara facial e depois assistir a um show ‘, mas acho que neste último ano, estando em lockdown, me mostrou que realmente não há quantidades de banho de espuma e máscaras sentados em frente à TV, ‘maratonando’ a Netflix que vai me ajudar a me acalmar e relaxar. De repente, todos somos forçados a continuar fazendo versões disso e, para mim, o verdadeiro autocuidado realmente teve que vir de um espaço mental, emocional e de bem-estar, o que é difícil.

O que iniciou minha jornada para uma melhor compreensão do autocuidado foi conversar com um terapeuta. Embora a terapia possa ser um espaço seguro maravilhoso para abordar problemas específicos de saúde mental, você não precisa estar passando por uma crise para se beneficiar de conversar com um terapeuta. Ter um ponto de referência imparcial e com o melhor interesse no coração, isso tem sido uma parte realmente importante do meu crescimento mental e emocional – ter um ponto de acesso pode permitir que você entre em contato com suas necessidades mais profundas.

RI: Que tipo de rituais diários você criou para si mesma?
ADC: Cuidados com a pele são realmente uma das primeiras coisas que faço. Pego meu café pela manhã e acendo uma vela. Sou um grande fã da vela Diptyque Narguilé, que é tabaco. Sinto que meu cérebro está constantemente correndo, então qualquer momento que realmente me focalize e acalme minha mente, eu realmente gosto. Cuidar da pele é realmente uma experiência tranquila, pacífica e silenciosa para meu cérebro. É quase um espaço sagrado, e é por isso que gosto tanto dele como um ritual diário para me preparar para o resto do meu dia.

RI: Conte-nos sobre seu regime de cuidados com a pele.
ADC: Quando eu acordo de manhã, pego alguns adesivos de Hydra-Gel Peter Thomas Roth na geladeira e coloco. Eu nunca vi algo funcionar tão bem para tirar o ar sob os olhos e fazer com que pareçam que você está acordado ou como se não tivesse bebido um ou dois copos de vinho na noite anterior. Para a limpeza, eu uso o Lancer The Method: Cleanse, que sempre funcionou na minha pele. Eu amo a Loção de Beleza Chanel Hydra e estou obcecada com os soros Glossier. O Glossier Super Glow é muito, muito bom. Eu também adoro as gotas de brilho da Dra. Barbara Sturm porque me dão o brilho mais incrível. Então, adoro o spray de água de rosas da Heritage Store que você compra na Whole Foods. Meus amigos na Austrália amam tanto isso que me pedem para trazê-lo para eles sempre que eu volto para casa.

‘‘QUERO REFOCAR NO QUE AUTO-CUIDADO REALMENTE SIGNIFICA PARA MIM …’’

RI: Como é a sua maquiagem do dia a dia?
ADC: Não estou saindo com ninguém, então estou fazendo o mínimo necessário quando se trata de maquiagem. Eu realmente gosto de brincar com beleza e maquiagem, mas gosto de mantê-la bem simples e orvalhada. Eu amo o Chanel Les Beiges Soleil Tan Bronze Universal. É cremoso e dá a impressão de que está de férias há duas semanas. O bálsamo Tower 28 SuperDew Highlighter é realmente ótimo: sem glitter, apenas um brilho orvalhado. Eu uso nas minhas maçãs do rosto, no arco do Cupido, na ponta do nariz e na sobrancelha. Eu amo o Glossier Boy Brow e depois passo rímel e se realmente estou com vontade de fazer um pouco mais, passo um pouco de delineador bem na linha dos cílios.
O melhor delineador que usei é o Delineador de Olhos Líquido à Prova d’Água Stila Stay All Day e eu sei disso porque estava em uma loja comprando um telefone novo e havia três outras meninas lá. Uma delas elogiou a outra em seu delineador e ela disse, ‘oh, é a Stila’ e a outra garota entrou na conversa e disse, ‘oh meu Deus, estou usando isso também! E eu estava tipo, ‘bem, estou usando isso também’, então, se três garotas separadas em uma loja de telefones falando sobre o delineador Stila não é uma crítica entusiasmada, eu não sei o que é!

RI: Qual é o visual de beleza mais sofisticado para você e como isso faz você se sentir?
ADC: Quando eu saio, aproveito a oportunidade para fazer um olho com sombra dourada mais divertido ou faço um rosto nu com um lábio laranja-avermelhado muito bom. O Chanel Rouge Allure Luminous Lip Color em 169 Rouge Tentation é tão bom com nada além de um pouco de corretivo – o corretivo Nars Radiant Creamy é tão fantástico que é difícil usar qualquer outra coisa – e talvez um pouco de rímel? Esse vermelho. Mmmm. Muito bom. Isso para mim é sofisticação sem esforço.
Eu também adoro um look monocromático rosa. Isso sempre foi muito feminino para mim – muito sedutor e brincalhão, o que é uma energia que eu realmente amo.

RI: Qual beleza parece mais ressonar em você?
ADC: Eu sempre adorei as vibrações coquete dos anos 40, 50 e 60. Aqueles mesmos looks recatados de Audrey Hepburn e Grace Kelly realmente ressoam em mim em termos de beleza e moda também. Acho que foi aí que eu definitivamente me apaixonei pelo olho de gato.

RI: Em quais looks você se inspirou e quer experimentar?
ADC: Eu realmente gosto de pessoas que são descaradamente elas mesmas e são muito corajosas, brincalhonas e criativas em sua aparência. Sinto-me muito atraída pelos looks divertidos e divertidos de maquiagem e pela incrível maquiagem dos olhos ao assistir Euphoria, mas nunca estou confiante o suficiente para fazer isso sozinha… Preciso me comprometer a fazer algo com brilhos um dia.

RI: O que você acreditava sobre a beleza antes e não acredita agora?
ADC: Acho que estamos vivendo em uma época muito mais receptiva à beleza, o que é realmente maravilhoso. Enquanto crescia, não tive o mesmo acesso aos tutoriais do YouTube ou à forma como as revistas promovem a beleza e a maquiagem agora. Em vez disso, tratava-se mais de olhar para um lado, que se encaixa apenas em um estereótipo.
Por exemplo, eu cresci pensando que você precisava ser bronzeada e realmente loira e ter lábios brilhantes ou algo assim. Sempre foi sobre auto bronzeamento … Às vezes, você meio que quer ficar assim, mas era um objetivo tão grande me encaixar. Agora, porque há tantas pessoas compartilhando sua própria beleza e como se expressam, é muito libertador ver que não se trata de um padrão. Acho que o que é realmente maravilhoso é saber que há muito mais espaço para a auto expressão e é tão libertador saber que você não precisa apaziguar as normas sociais.

RI: Como você explora sua criatividade?
ADC: O registro no diário é como eu libero uma perspectiva emocional que posso controlar do meu ponto de vista criativo. Quando eu sinto que preciso escrever algumas coisas para fazer algumas coisas saírem e dali, geralmente isso segue para um espaço criativo. Frequentemente, isso se transforma em algo como escrever uma ideia de script. É uma mistura da forma como vejo o mundo, nas cores e na música, por exemplo. Talvez isso se transforme em desenho. Desenhar para mim é bastante calmante porque meio que reorienta minha perspectiva.

RI: Existe uma direção para a qual seu espírito criativo está apontando, agora que você tem mais tempo para si mesma?
ADC: Comecei a escrever um pouco, o que estou gostando muito e acho que isso tem sido muito emocionante, mas nos próximos cinco anos, também estou muito animada para começar a mergulhar na direção. Eu acho que é algo com o qual sempre me senti muito em sintonia e onde eu iria prosperar, porque acho que meu estado natural parece bastante alinhado com a direção… então estou querendo investigar mais sobre isso.

Eu também tenho trabalhado em um programa, e em um gênero, por muito, muito tempo, então também estou muito animada para expandir além disso. Eu adoraria tentar algo novo, como comédias românticas ou peças de época – algo completamente diferente do que venho fazendo há muito tempo, então acho que é um novo capítulo muito empolgante para mim e é muito empolgante esperar por isso.

Confira o photoshoot clicando na miniatura logo abaixo:

Tradução e Adaptação: Romina Rocha, ADCBR.

Fonte: