É hora de Alicia Clark liderar em “Fear the Walking Dead”
Postagem por: Nalígia Moura

Por uma fração de segundo na 6ª temporada de Fear the Walking Dead, parecia que Alicia Clark (Alycia Debnam-Carey) poderia estar prestes a se separar do grupo e começar de novo. Ela falou sobre levar os adolescentes da série Charlie (Alexa Nisenson) e Dakota (Zoe Colletti) de volta ao Dell Diamond e, provavelmente, eles teriam permanecido lá. Então, é claro, não deu certo – e Alicia voltou para o resto do grupo e se juntou à nova comunidade de Morgan (Lennie James). Mas e se ela não tivesse?


Gostaríamos de destacar que é hora de Alicia desempenhar um papel fundamental no lado da liderança das coisas, se não for começar seu próprio grupo em outro lugar. Ela cresceu aos trancos e barrancos, da adolescente que falava com estranhos aleatórios no rádio de The Abigail, e ela já provou mais de uma vez que é capaz de comandar um grupo. É por isso que achamos que é hora de Alicia liderar.


Ela é uma lutadora habilidosa.
Quem mais poderia derrubar uma despensa inteira cheia de caminhantes, sozinho? E isso foi seis anos antes do “presente”, na linha do tempo do Fear! Não há como negar – Alicia é uma guerreira feroz. Ela era excelente com sua elegante faca de borboleta, e ela é tão boa em matar errantes (ou matar pessoas, se necessário) com sua nova arma. E por um segundo, ela aprendeu a usar uma vara como Morgan também.


Ela está disposta a se sacrificar por aqueles que ama.
No episódio “The Holding” da 6ª temporada, vimos o quão longe Alicia iria para salvar as pessoas que ela ama – assim como sua mãe, ela está disposta a encontrar um fim ardente se isso significar que seus amigos escapem do complexo de The End is The Beginning. E essa não é a primeira vez que a vimos fazer esse tipo de coisa: na 5ª temporada, Alicia ajudou aquele grupo de crianças que estavam construindo bloqueios de tripas de andador … mesmo que ela acabou recebendo sangue de andador irradiado em sua boca. (Ela parece estar bem, então estamos optando por esquecer que até mesmo aconteceu.)


Todos os melhores líderes do universo TWD mostraram que darão suas vidas pela sobrevivência de sua família e amigos, e Alicia não é diferente. Ela jogaria um sinalizador em um estádio de beisebol cheio de caminhantes ou explodiria uma ponte com ela de pé para evitar que os caminhantes alcançassem seu povo.

Ela cresceu com seus erros.
Dito isso, toda aquela destreza e know-how pós-apocalíptico não estavam enraizados nela. Ao contrário do resto de sua família, que foi construída para o apocalipse de várias maneiras, Alicia teve que aprender como sobreviver em um mundo violento sem moral ou remorso. No início, ela ingenuamente liderou um grupo mortal para The Abigail, comunicando-se com eles pelo rádio; ela aprendeu uma lição valiosa sobre confiar nas pessoas sem vê-las ou conhecê-las. Mas quando ela foi longe demais e deixou sua raiva assumir o controle, uma bala destinada a June (Jenna Elfman) atingiu John (Garret Dillahunt), e ele quase morreu – então ela aprendeu que a pura vingança também não era a resposta.

Muitas pessoas no mundo pós-apocalíptico estão léguas atrás de Alicia em termos de quão bem entendem o mundo e sua atitude em relação a ele. Seus tropeços anteriores lhe deram uma visão saudável da vida no mundo dos mortos, e ela poderia liderar um grupo com a sabedoria que adquiriu.

Ela aprendeu com os melhores
Não que Alicia estivesse estudando ativamente para liderar seu próprio grupo, mas se estava, certamente poderia ter tido professores piores do que Morgan e sua mãe Madison (Kim Dickens). Madison, no início, era um pouco mais sanguinária, mas às vezes isso é necessário – ei, Rick (Andrew Lincoln) deixou um bom número de corpos em seu rastro também! Mais importante, Madison quase sempre foi capaz de manipular ou planejar uma saída de uma situação desagradável, e no apocalipse zumbi, essa não é uma habilidade ruim de se ter.
Morgan, por outro lado, mostra reverência por toda a vida e disposição para fazer concessões, o que também é valioso. Pegar as melhores características desses personagens faz um grande líder, e Alicia certamente aprendeu com ambos.

Ela sabe quando perdoar.
Talvez o mais importante, Alicia tem um coração bondoso e reconhece quando deve permitir que sua misericórdia prevaleça sobre sua ira. Ela não matou Charlie, embora Charlie tenha matado seu irmão Nick (Frank Dillane), mas desde então ela se aproximou da menina e parece vê-la como uma irmã. Mais recentemente, Alicia defendeu que Dakota (Zoe Colletti) fosse libertada das garras de Virginia – e embora isso tenha levado à morte de John, ela não buscou vingança. Se Dakota continuar como Charlie, não é difícil imaginar Alicia eventualmente perdoando-a também.
Os melhores líderes que vimos mostraram força em mostrar misericórdia: Onde Rick estaria sem Tara (Alanna Masterson) ou Daryl (Norman Reedus) sem Lydia (Cassady McClincy)? Alicia reconhece que, às vezes, pessoas boas fazem coisas ruins quando o mundo está de cabeça para baixo – mas isso não as torna pessoas ruins. Essa é a perspectiva de um verdadeiro líder.

Tradução e Adaptação, Romina V. Rocha – ADCBR.

Fonte.