A estrela de Fear The Walking Dead, Alycia Debnam-Carey, aprendeu em primeira mão o quanto a fã base de The Walking Dead pode ser apaixonada. “Eu não sabia muito sobre The Walking Dead até eu marcar a audição e então eu assisti as primeiras quatro temporadas,” Debnam-Carey confessou recentemente ao The Australian. “Eu fiz maratona e assisti tudo em duas semanas, e nessa hora eu percebi, ‘Oh isso é muito maior do que eu achei que seria’,” ela adiciona.

Os fãs de Debnam-Carey são tão ardentes que muitos estão dispostos a tatuar seu nome. Ela recentemente contou à BT.com, “Lembro-me de quando eu estava na Copenhagen Comic Con, tinha pessoas dizendo: ‘apenas escreva seu nome no meu braço e eu vou tatuá-lo!’ Ou ‘Você pode fazer um desenho e eu irei tatuar ele!” Eu estava tipo, “eu não sei desenhar, então aqui está a pior imagem do mundo – você realmente quer isso tatuado em você?”

Apesar dos elogios, Debnam-Carey recentemente tomou um hiato de seis meses de todas as mídias sociais. “Eu precisava apenas tirar uma folga disso,” disse ela à BT.com. “Eu realmente precisava de uma pausa para pensar porquê eu uso isso e o que significa para mim, porque eu não confio muito nisso.” Depois de tomar um tempo para refletir, ela recentemente reapareceu, o que emocionou seus fãs. “Mas também notei o quão valioso é e como é importante honrar as pessoas que estão realmente apoiando você e compartilhando o que você está fazendo, o que é uma coisa tão incrível e humilde,” explicou.

Os fãs (tatuados com seus desenhos ou não) podem agora esperar para ver mais de sua atriz favorita no Twitter e nas suas telas de TV enquanto Fear está no ar com sua terceira temporada. Então, o que podemos esperar da Alicia, igualmente chamada? “Eu acho que vamos ver seu tipo de ramificação, não muito recebendo conselhos, mas assumindo uma carga,” Debnam-Carey revelou ao The Daily Telegraph. “A Alicia terá muito mais independência”.

A terceira temporada de Fear The Walking Dead estreou domingo, 4 de junho, nos EUA e internacionalmente, segunda-feira, 5 de junho.

Tradução e Adaptação, Beatriz Lima – ADCBR.

Fonte.

Em um artigo recente postado pelo site News, fala que Alycia Debnam-Carey não sabia no que estava se metendo quando conseguiu um papel na série de TV americana Fear the Walking Dead. 

“Eu não sabia muito sobre Walking Dead até eu conseguir o trabalho e então assisti as primeiras quatro temporadas, fiz uma maratona em duas semanas, e naquele momento eu percebi ‘ah isso é muito maior do que eu imaginava’, Debnam-Carey contou à AAP. “Não acho que eu estava preparada pra isso. Então tem sido uma doce surpresa.”

Debnam-Carey já tinha causado excitação como a Comandante Lexa em outra série de sci-fi, The 100. Ela deixou esta série por Fear the Walking Dead. Entretanto os dois shows, ambos baseados numa ficção de gênero apocalíptico, têm muito em comum.

“Os fãs de ambos os shows são completamente apaixonados e muito ávidos pelo que está por vir”, ela disse.

Quando sua personagem em The 100 foi morta, os fãs ficaram revoltados e abriram um debate maior sobre a morte recorrente de personagens lésbicas no horário nobre da TV,

“Isso realmente abriu meus olhos para algo que eu não acho que estava verdadeiramente ciente, que uma personagem foi capaz de inspirar e mover pessoas,” ela disse.

Debnam-Carey afirma que a terceira temporada de Fear the Walking Dead tem um tom mais político. A família segue para a região do que era conhecido como a fronteira México-Estados Unidos, enfrentado problemas reais.

“A série reflete muitos dos temas que estão na mídia no momento, em termos de território, racismo e política,” ela disse.

Acompanhem a terceira temporada de Fear The Walking Dead, todo Domingo, pela AMC Brasil.

Tradução e Adaptação, Joyce Fonteles – ADCBR.

Fonte.

Fear the Walking Dead retornou dia 4 de Junho com sua terceira temporada explosiva, com um episodio duplo cheio de ação no canal AMC. Alycia Debnam-Carey, um dos membros originais do elenco da série, falou exclusivamente com BT.com sobre a politica, romance e espirito da terceira temporada.

Confiram a entrevista traduzida logo abaixo:

  • O quão semelhante é a Alicia da Alycia?

Bem, nós temos o mesmo nome. Nós duas somos determinadas. Eu gosto de pensar que eu sou bastante otimista. Eu acho que a Alicia esta passando por uma série de mudanças nessa temporada e eu acho que ela foi um pouco idealista e otimista. Nós realmente começamos essa temporada com ela mudando e tendo uma pequena crise existencial do que realmente importa agora. Eu acho que há uma tristeza profunda nela que permeia muito o seu caráter – Eu acho que essa pode ser a diferença ente nós duas.

  • Você era fã de The Walking Dead antes de estrelar em Fear?

Eu assisti depois de conseguir o papel. E ai eu assisti quatro temporadas em duas semanas. [risadas] Eu tive uma grande compulsão. Eu não estou assistindo agora, porque eu entendi – começou a ficar mito intenso. Eu estou fazendo uma serie que é igual aquilo e eu estava assistindo também e isso foi demais. Eu estava sonhando que estava dentro de uma cidade zumbi. Eu apenas pensei ‘Isso é demais’.

  • Os Episódios de abertura da terceira temporada de Fear são bem dramáticos diferentemente do que vimos antes, não são?

Sim! Completamente. Eu acho que eles definitivamente aumentaram o ritmo e aumentaram a ação. Eles adicionaram alguns novos bons personagens também. Adicionaram também todo um elemento de dinâmica de poder e luta que é muito legal. Estamos em um ambiente maior e o mundo em conjunto que é realmente emocionante para nós explorarmos. Isso tornou tudo muito mais energizado.

  • Tem alguma chance para um novo romance para a Alicia na 3ª temporada?

Talvez! Se tiver não será um romance puro e no sentido atual do mundo. Seria um relacionamento apocalíptico – mas eu não posso revelar mais.

  • A série parece ter um viés mais politico nessa temporada. Como você se
    sente sobre isso?

Eu acho que é absolutamente incrível o quão os tópicos da nossa serie são atuais, em termos de clima político. Parecia que quanto mais a gente gravava mais confiáveis e relevantes os temas se tornaram. As coisas que estão sendo feitas nessa serie e nessa temporada me deixaram tipo ‘uau, isso não poderia ser mais politicamente relevante! ’. E os problemas que abordamos são os de fronteira como o as questões de território – Tudo isso esta acontecendo e sendo discutido agora nos Estados Unidos. Nosso clima politico atual esta, de repente, se tornando primordial e primitivas e de repente, muitas pessoas estão com medo e não confiam em vários diferentes tipos de imigrantes e estão lutando por território. Eu realmente pensei que em 2016/2017 nós ficamos muito além disso mas, ainda assim, parece que o clima atual esta trazendo tudo de volta para o nível primitivo, e é realmente interessante ver como isso coincide tão bem com o tema abordado na nossa serie. Espero que as pessoas vejam a nossa serie e vejam como ela amplifica o que esta realmente acontecendo no mundo atual.

  • Você deu uma pausa de seis meses das redes sócias e agora voltou. O que motivou isso?

Eu só precisava de uma pausa. Eu sempre tive uma relação engraçada com as redes sociais. Eu realmente precisava de uma pausa para pensar sobre porque eu uso isso e o que isso significa para mim, já que eu não confio inteiramente nas redes sociais. Eu acho que não é uma maneira inteligente de expor qualquer ser humano e acho muito difícil de lidar com isso e o porquê de ter isso, em primeiro lugar. Eu acho que tem muito elementos contraditórios e então eu apenas decidi me afastar muito e evitar o estresse e a ansiedade que as redes sociais podem causar. E uma eu me livrei disso, eu fiquei espantada com a rapidez na qual a ansiedade desapareceu. Mas eu também notei o quão valioso isso é e como isso é importante para honrar as pessoas que realmente te apoiam e compartilham o que você esta fazendo, que é uma coisa tão incrível e modesta. É um sentimento impressionante, mas de uma maneira mágica, e eu acho que eu só pensei ‘Ok, você só precisa fazer parte disso’. Eu acho que eu devo parar agora ou eu poderia acabar escrevendo um romance sobre isso.

  • Quais são os seus encontros favoritos que você teve com fãs?

Eu vi muitas tatuagens. Quando eu vi pela primeira vez eu fiquei um pouco surpresa! Lembro quando eu estava na Comic Com de Copenhagen, tinha varias pessoas falando ‘Apenas escreva seu nome no meu braço que eu vou tatuar isso’ ou ‘Você pode fazer um desenho que eu vou tatuar’ e eu ficava tipo ‘eu não sei desenhar, então aqui esta a pior imagem do mundo – você realmente quer fazer uma tatuagem disso? ’. Mas, sim, os fãs tem feito as coisas mais incríveis para mim, dentro e fora das redes sociais. Tem dois grupos de pessoas que me compraram duas estrelas e nomearam-nas com o meu nome. Isso me balançou. Isso foi tão generoso e eu acho difícil porque os fãs são muito generosos e eu quero agradecer a cada um deles. Esse foi um gesto incrivelmente belo.

Tradução e Adaptação, Cláudia Facci – ADCBR.

Fonte.

Em um artigo recente postado pelo site ComicBook, nos trazem uma revisão sobre os dois primeiros episódios de estréia dessa nova temporada de Fear The Walking Dead, traduzimos para vocês uma pequena parte onde ele nos conta sobre a evolução de Alicia Clark, personagem de Alycia Debnam-Carey.

Confiram logo abaixo:

A mudança mais impressionante é de Alicia. Nick anseia por continuar mudando de lugar, como sempre. Madison continua tendo como único objetivo manter seus filhos a salvo, mas agora ela declara que irá matar para garantir que isso aconteça. Alicia, ao contrário, começou como uma adolescente indefesa, em luto pelo seu namorado de colégio, e tomando decisões que colocaram o grupo em perigo. Dessa vez um forte contraste pode ser visto entre a Alicia das temporadas anteriores e a Alicia da terceira temporada. Durante uma sequência onde ela está com Jake Otto, um novo personagem que se veste e se porta como um soldado, é Alicia quem faz o papel de heroína, sabendo e fazendo o que precisa ser feito para sobreviver. É uma coleção de momentos revigorantes que preparam a jovem personagem, interpretada por uma atriz favorita dos fãs, para emergir como líder.

Os fãs irão desejar ver mais de Alicia e menos de sua mãe, uma vez que o crescimento da personagem e a atuação de Debnam-Carey são igualmente mais envolventes que os de Madison, personagem de Kim Dickens.

Tradução e Adaptação: Joyce Fonteles, ADCBR. 

Fonte

Após o final de temporada de The Walking Dead, AMC anunciou a data da estreia da terceira temporada de Fear the Walking Dead, revelando ela retornará no domingo, 4 de junho, às 9:00 PM ET/PT. A primeira metade da temporada terá oito episódios que serão transmitidos ao longo de seis semanas, com dois episódios seguidos no domingo, dia 4 de junho, e no final da metade da temporada no domingo, dia 9 de julho.

Quando Fear the Walking Dead retornar para a terceira temporada, nossas famílias se juntarão na região vibrante e violenta, conhecida anteriormente como fronteira entre México e Estados Unidos. Com as barreiras internacionais rompidas após o fim do mundo, nossos personagens devem tentar reconstruir não apenas a sociedade, mas a família também. Madison se reconectou com Travis, seu parceiro no apocalipse, mas Alicia foi arrasada por ter assassinado Andres. O filho de Madison está a apenas algumas milhas de distância de sua mãe, mas a primeira ação de Nick como líder fez com que ele e Luciana fossem emboscados por um grupo miliciano americano – o casal escapou da morte, Luciana foi baleada, e Nick não se sente mais imortal. Se recuperando tanto física quanto mentalmente, Strand tem seu foco em juntar a nova moeda mundial, e a prisão de Ofélia irá testar sua habilidade de sobreviver e sua capacidade de ser selvagem como seu pai.

Confiram clicando na miniatura abaixo a primeira foto promocional em HQ de Alicia Clark:

1~01.jpg

Os produtores executivos da série são o showrunner Dave Erickson, Robert Kirkman, Gale Anne Hurd, Greg Nicotero e David Alpert, e as estrelas Kim Dickens como Madison, Cliff Curtis como Travis, Frank Dillane como Nick, Alycia Debnam-Carey como Alicia, Mercedes Mason como Ofelia, Colman Domingo como Strand e Danay Garcia como Luciana. Se juntando ao elenco regular para a terceira temporada estão Dayton Callie (Sons of Anarchy, Deadwood), Daniel Sharman (The Originals, Teen Wolf) e Sam Underwood (The Following), que interpretarão a família Otto, fundadores de uma organização de sobreviventes que havia se preparado para a queda da democracia, mas não haviam antecipado o ressurgimento dos mortos, e também Lisandra Tena (Chicago P.D.) como Lola Guerrero.

Tradução e Adaptação: Joyce Fonteles – ADCBR. 

Fonte

Alycia Debnam-Carey foi fotografada no dia 27/01, fazendo compras em Rodeo Drive, Beverly Hills.

Confiram as fotos clicando nas miniaturas abaixo:

candidsrd001.jpg
candidsrd002.jpg
candidsrd003.jpg
candidsrd004.jpg
candidsrd005.jpg