Alycia dá boas vindas a mais ‘ações com zumbis’
Postagem por: Nalígia Moura

Alycia Debnam Carey dá boas vindas a mais ‘ações com zumbis’ na Segunda temporada de ‘Fear The Walking Dead’

Mais zumbis, caramba!
Alycia Debnam-Carey, uma das estrelas de Fear The Walking Dead, disse que essa foi a mensagem que ela mais ouviu dos espectadores que viram a primeira temporada.
“Eu acho o que a maioria das pessoas queriam um pouco mais de ações com zumbis, na verdade”, disse a atriz australiana de 22 anos de idade, cuja série – que é prequel (prólogo) de The Walking Dead – retorna para segunda temporada, domingo dia 10 de abril, na AMC.
“Foi a nossa intenção fazer da primeira temporada lenta. Nenhum desses personagens são heróis ainda. Nenhum deles são arquétipos que estão bem ajustados para esse mundo. Eles são todas pessoas muito regulares empurrados para uma circunstância extraordinária, então era necessário para nós conhecer sua dinâmica antes de realmente faze-los se envolverem em algum tipo de ação”.
“Então os fãs ficarão felizes, porque a segunda temporada tem muito mais disso, e ela se move em um ritmo muito, muito rápido em um curto espaço de tempo. Mas o que também é bom é que é direcionado pelos personagens, especialmente porque estamos confinados a um pequeno local”.
Agora se você viu como a primeira temporada de Fear The Walking Dead terminou, eu tenho certeza que você pode facilmente deduzir o que Debnam-Carey quis dizer quando ela disse “pequeno local”. A configuração geral da segunda temporada está prestes a ser discutido, de modo que vou emitir um alerta de spoiler aqui, no caso de você preferir ser deixado na praia.
A personagem de Debnam-Carey, Alicia, – sim, a atriz é Alycia com “y” e o personagem é Alicia com “i” – e sua família começam a segunda temporada em um barco de propriedade de um personagem misterioso Strand, interpretado por Colman Domingo.
Será que estar no mar durante os estágios iniciais do apocalipse zumbi faz qualquer um mais seguro? Bem, talvez em alguns aspectos, mas definitivamente não em outros.
“Você não gosta de água? ”, Debnam-Carey perguntou-me.
Bem, é tão vasta e profunda, e há todos os tipos de coisas assustadoras nela. Ah sim, e depois há todos aqueles zumbis também.
“Isso é definitivamente verdade” disse Debnam-Carey com uma risada. “Temos levado a um outro nível. Nós adicionamos a ameaça de afogamento. E nós adicionamos claustrofobia com essa família improvisada muito fraturada”.
“Você acha que vai ser um pouco mais isolado e seguro, talvez na água, mas você rapidamente percebe que outras pessoas têm a mesma ideia. Com a cobertura de bens e equipamentos de outros navios, e que eles estão tentando fazer de você, quero dizer, há um elemento de pirada nele também”.
De todos os shows que eu poderia atrelar a um potencial crossover de Piratas do Caribe, Fear The Walking Dead realmente não me veio à mente.
“Eu também não pensei sobre isso”, disse Debnam-Carey.
No ano passado, quando escrevi pela primeira vez sobre Fear The Walking Dead, eu me perguntava se os fãs de The Walking Dead teriam paciência para o prequel (prólogo). The Walking Dead, afinal, é essencialmente uma mostra de ação. E Fear The Walking Dead – que, além de Debnam-Carey, é estrelado por Kim Dickens, Cliff Curtis, Frank Dilane e Lorenzo James Henrie, entre muitos outros – sempre ia ter um tom diferente. Caso contrário, por que se preocupar fazendo isso, sabe?
“Descobri que um monte de pessoas que não viram The Walking Dead e tendo visto Fear The Walking Dead em primeiro lugar, eles estavam realmente agarrados pelo show e a bordo com isso” Debnam-Carey disse. “Porque eles não esperavam que ele tenha o mesmo nível de violência ou ação ou impulso como a outra. Eles estavam dispostos a esperar”.
“E eu acho que você acertou em cheio, a paciência para este show é uma espécie de uma coisa importante. Porque é muito diferente. É uma viagem mais longa para esses personagens para crescer ou mudar ou evoluir para o que quer que eles precisam ser para sobrevier neste novo mundo”.
“Definitivamente não está perdido em mim que Alicia ainda é uma adolescente, e às vezes ela só tem um desejo de conectar-se, de uma forma doce. Mas ela também pode ser ingênua e infantil, e ela pode cometer erros que são tolos e feios. Um tema interessante para Alicia na segunda temporada é o desenvolvimento dela como uma jovem mulher, e como maleável ela é, e onde sua bussola moral mentirá. Há muito com o que jogar lá”.
Enquanto houver mais alguns zumbis para brincar também. Esse parece ser um tema comum entre os telespectadores.
“Eu acho que a segunda temporada oferece um bom equilíbrio”, disse Alycia Debnam-Carey. “Eu espero que os fãs realmente se divirtam”.

 

Tradução e adaptação por Alycia Debnam-Carey Brasil. Fonte